40 DIAS COM O ESPÍRITO SANTO – DIA 13

Por

Dia 13- O Espírito Santo Fala através de nós

24 de Abril de 2018 – Terça-feira

QUANDO EU ME TORNEI o pastor da Igreja do Nazareno, em Palmer, no Tennessee, em março de 1955, eu tinha dezenove anos e era o membro mais jovem. Havia umas dúzias de crianças por lá, além de um punhado de adolescente um pouco mais jovens do que eu. Mas eles não eram membros efetivos.

Além disso, eu havia sentido o chamado de Deus para pregar, o chamado pastoral, apenas quatro meses antes, em novembro de 1954. Meu primeiro sermão em Palmer foi, provavelmente, a quinta vez em que eu havia pregado em toda a minha vida. Sentindo-me tão inadequado e insignificante; não creio que realmente tenha pensado que Deus houvesse falado mesmo através de mim, naqueles dias, enquanto ali estive. Eu também não me sentia correspondendo ao convite da congregação naquele momento. Sinceramente, sentia que aquelas pessoas em Palmer estavam me fazendo um favor ao me deixarem ser seu pastor.

Afinal de contas, eu ainda era um estudante na Faculdade Trevecca Nazarene, em Nashville. Foi somente após alguns anos, quando nos mudamos de volta para Nashville, que descobri realmente que Deus tinha me usado, apesar de mim. Fui convidado para retornar a Palmer para pregar em minha antiga igreja. Menos de dez pessoas da congregação daquela época, há mais de cinquenta anos, estavam agora presentes. Mas uma senhora, de aproximadamente sessenta anos de idade, veio até mim para dizer que ela havia sido salva quando ainda era uma menina na época do meu ministério na igreja, mais de cinquenta anos atrás! Foi a primeira vez que eu soube disso.

Você pode imaginar algo mais emocionante do que o pensamento de que Deus realmente fala através de você? Depois de quase sessenta anos de ministério, nunca deixei de surpreender-me com o fato de que Deus possa verdadeiramente falar através de mim.

Eu penso que Davi também tenha se sentido dessa maneira. Quando ele se aproximava do fim de sua vida, escreveu: “O Espírito do Senhor falou por meu intermédio; sua palavra esteve em minha língua” (Sm23.2-NVI). Ele, provavelmente, referia-se ao texto bíblico, em vez de sua fala, ainda que ela não possa ser descartada. É, também, provável que estivesse se referindo às suas canções. Ele é citado como o “cantor dos cânticos de Israel” (v.1) ou como “o doce salmista de Israel” (NBV). Independentemente do que fosse, Davi se tornou consciente de que, no final de sua vida, o Espírito Santo o usou para falar, cantar ou escrever através dele. Ainda que ele não tenha sido o autor do Salmo 45, as palavras iniciais poderiam, com toda certeza, descrevê-lo: “a minha língua é a pena de um destro escritor” (v.1-ARCF).

Paulo pediu aos efésios que orassem por ele: “e peçam que Deus me dê as palavras certas enquanto eu falo corajosamente”… (Ef 6.19-NBV). Paulo queria essa indescritível unção pela qual ele não teria que batalhar com dificuldades para encontrar as palavras, mas que elas fluíssem com facilidade e sem esforço. É um maravilhoso fenômeno quando um pregador – debaixo da influência do Espírito Santo – encontra a si mesmo proferindo palavras que vêm com suma facilidade. Isso é a unção. Você deve se lembrar de que falamos que unção é quando seu dom flui com facilidade. Portanto, é um momento maravilhoso quando alguém fala e as palavras fluem com facilidade.

Há um interessante estudo, a partir do texto grego: quando você compara Atos 2.4 com Atos 2.14. Atos 2.4 declara que os discípulos falaram sobrenaturalmente em outras línguas conforme “o Espírito os capacitava”, ou “…o Espírito os concedia pronunciar” (Tradução direta da English Standart Versio – ESV). A palavra grega é apophtheggesthai. Ela vem de apophtheggomai que significa “falar forte e claramente”. É por isso que todos podiam ouvi-los falar em línguas. Mas todos entenderam sobrenaturalmente o que diziam em sua “própria língua materna” (v.8). O fato de os discípulos terem recebido “poder” e de “pronunciassem” mostra que a fala deles em línguas fluía em alta voz e com facilidade. Agora, vamos a Atos 2.14: o apóstolo Pedro, “em ALTAVOZ”- apephthegzato de apophtheggomai- dirigiu-se à multidão. Isso significa que ele não somente falou em alta voz, como também com facilidade, possuindo a mesma eloquência ou habilidade dada aos discípulos em Atos 2.4.

Pense sobre isso. Quando Pedro pregou a Palavra no Dia de Pentecostes, ele teve a mesma ajuda para falar em seu próprio idioma que havia tido momentos antes, quando falou em outra língua. Isso indica o poder sobrenatural dado àquele apóstolo naquele dia. Essa palavra é usada mais adiante na Bíblia quando Paulo disse a Festo: “O que estou dizendo [apophtheggomai] é verdadeiro e de bom senso” (Atos 26.25).

O apóstolo Pedro disse: “Se alguém fala, ele deve fazer isso como alguém que fala as próprias palavras de Deus” (1 Pe 4.11- Traduzido diretamente da New Irternational Version –NIV, em Inglês). Na versão Almeida Revista e Atualizada da SBB (ARA): “Se alguém fala, fale de acordo com oráculos de Deus”. Então, posso concluir este segmento onde o começamos. Quando as últimas palavras de Davi são apresentadas, encontra-se escrito: “Palavras de Davi, filho de Jessé; palavras do homem que foi exaltado, do ungido pelo Deus de Jacó, do cantor dos cânticos de Israel: O Espírito do Senhor falou por meu intermédio; sua palavra esteve em minha língua” (2 Sm 23.1,2).

Tão maravilhoso é saber que Deus pode falar através de nós! E Davi não era perfeito. Isso nos dá esperança de que o Espírito Santo pode falar através de mim e de você.

Para ampliar seu estudos crescimento: Salmos 45; Atos 2.1-4; Efésios 6.10-20; 1 Pedro 4.7-11.

 Glorioso Espírito Santo, eu desejo tanto que me uses, fales através de mim. Eu sei que minhas palavras não serão infalíveis como são as das Escrituras Sagradas, mas usa-me o máximo que puderes, sabendo, como tu sabes, quão frágil e humano eu sou. Em nome de Jesus, amém.

 

(Texto Extraído do Livro “40 Dias com o Espírito Santo – Andando Diariamente com o Espírito Santo- Uma jornada para experimentar Sua presença de uma maneira fresca e nova” – R. T. KEDALL)

share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *