40 DIAS COM O ESPÍRITO SANTO – DIA 16

Por

Dia 16 – O Espírito é Onipresente

27 de abril de 2018 – Sexta Feira

Hoje daremos uma rápida olhada em um dos atributos (característica) de Deus. Os três “Grandes Os” são Sua Onipotência – Ele é Todo poderoso; Sua Onisciência – Ele conhece tudo; e Sua Onipresença – Ele está em todo lugar. Em um dos mais belos salmos – ao qual me referi anteriormente – O profeta/rei Davi disse:

 

“Para onde poderia eu escapar do teu Espírito? Para onde poderia fugir da tua presença?
Se eu subir aos céus, lá estás; se eu fizer a minha cama na sepultura, também lá estás.
Se eu subir com as asas da alvorada e morar na extremidade do mar,
mesmo ali a tua mão direita me guiará e me susterá.”
(Salmos 139:7-10)

 

Quando dizemos que Deus é Onipresente, queremos dizer que não há nenhum lugar, em todo UNIVERSO, nos Céus e na Terra, onde o Senhor Deus não esteja.

Sua glória ENCHE o universo. “Poderá alguém esconder-se sem que eu o veja? pergunta o Senhor. “Não sou eu aquele que enche os céus e a terra?”, pergunta o Senhor (Jeremias 23:24). É impossível escapar da presença de Deus. “Os olhos do Senhor estão em toda parte, observando atentamente os maus e os bons” (Pv 15.3). “Pois Deus vê o caminho dos homens, ele enxerga cada um dos seus passos. Não há sombra densa o bastante, onde os que fazem o mal possam esconder-se […] ele repara nos atos que eles praticam, derruba-os e eles são esmagados” (Jó 34-21-25). Jonas, insensatamente, pensou que poderia “fugir da presença do Senhor para Tarsis” (Jn 1.3). Mas, descobriu que era impossível. Deus estava presente no navio em que embarcou. Deus estava presente na tempestade que gerou pânico entre os marinheiros. E quando ele disse aos marinheiros para joga-los ao mar, Jonas descobriu que Deus estava presente no ventre do peixe, pois la ele orou de todo coração, e o Senhor o ouviu (JN 1.15-2.10).

Não obstante, há duas maneiras pelas quais a presença de Deus pode ser conhecida. Primeira: Sua onipresença que pode ser inconsciente ou imperceptível para nós. Os céus declaram a gloria de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos […] Nos céus ele armou uma tenda para sol, que é como o noivo que sai do seu aposento com a alegria de um herói. Sai de sua extremidade dos céus e faz o seu trajeto até a outra, nada escapa do seu calor.  (Sl 19.1, 4-6). De acordo com o apostolo Paulo, a Criação fala a toda humanidade, com o objetivo de demostrar a glória de Deus e expor a hipocrisia do homem. “Pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. “Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis” (Romanos 1:19,20). Pregando em Atenas, Paulo afirmou que Deus dá dadiva e folego a todos os homens, “para que os homens o buscassem e talvez, tateando, pudessem encontra-lo, embora não esteja longe de cada um de nós” (At 17.27 – NVI)

A segunda maneira é a presença manifesta de Deus, que pode ser imediatamente reconhecida, Sua presença manifesta sobre pessoas e localidades especificas, pela vontade soberana de Deus. Conquanto a presença inconsciente de Deus não seja reconhecida em um primeiro momento, Sua presença manifesta pode ser vista e sentida por causa de seus efeitos. Isso pode resultar em convicções de pecado (Is 6.5) com milagre – às vezes chamado de presença curadora (Lc 5.17-26), e com alegria (At 13.52). O apostolo João estava “no Espírito” e teve uma visão do Senhor glorificado e disse: “Quando vi cai aos seus pés como morto” (Ap 1.17). Ditas essas coisas, infelizmente, há aqueles que podem estar presentes de forma física quando Deus está Se manifestando poderosamente, mas por estarem tão cegos e serem preconceituosos quando o Espírito Santo, perdem por completo de desfrutarem de Sua Presença Manifesta.

Há, entretanto, momentos em que Deus promete estar presente, os quais devem ser recebidos e desfrutados peal fé em Sua promessa. Jesus disse: “Pois onde se reunirem dois ou três em seu nome, ali eu estou no meio deles” (Mt 18.20). Esta é uma palavra a ser recebida pela fé, conforme a promessa de Jesus. Talvez, não sintamos sua presença, mas sabemos que Ele está ali, porque Jesus disse que estaria. Da mesma forma quando estamos em provações severas: Deus disse: “Quando você atravessar as águas, eu estarei com você. (Is 43.2). “Pois assim diz o Alta e Sublime, que vive para sempre, e cujo o nome é Santo: “Habito em lugar alto e santo, MAS HABITO TAMBEM COM O CONTRITO E HUMILDE DE ESPÍRITO, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito (Is 57.15).

Devemos ser igualmente agradecidos tanto pela Onipresença do Senhor quanto pela Sua especial Presença Manifesta. Ele está em todo lugar, quer creiamos ou não. Mas quando a palavra de Deus diz que Ele está conosco, sempre está se referindo ao Espírito Santo – e como somos agradecidos por Ele.

Para ampliar seu estudo e crescimento: Genesis 3. 8-13; Salmos 139. 1-18; Lucas 5.17-26; Atos 17.22-31

(Texto Extraído do Livro “40 Dias com o Espírito Santo – Andando Diariamente com o Espírito Santo- Uma jornada para experimentar Sua presença de uma maneira fresca e nova” – R. T. KEDALL)

 

share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *