40 DIAS COM O ESPÍRITO SANTO – DIA 29

Por

Dia 29 – O Espírito Santo fala Somente o que o Pai lhe diz para falar

10 de maio de 2018; Quinta-Feira

O Espirito Santo, de fato, teve exatamente o mesmo relacionamento que Jesus teve com Pai. Jesus disse: “Eu lhes digo verdadeiramente que o FILHO NÃO PODE FAZER NADA DE SI MESMO; só pode fazer o que o Pai fazer, porque o Pai faz o que o Filho também faz” (Jo 5.19). Isso significa que Jesus fazia tudo que via o Pai fazer – no que dizia, aonde ia, quando curava, quando respondia. Ele não fazia nada sem receber o sinal verde do Pai. Portanto, tudo o que Jesus sempre fez foi orquestrado no Céu pelo Pai. O filho não fez nada por si mesmo. Nunca.

É exatamente isso que o Espírito Santo está dizendo sobre Si mesmo. O Espírito Santo não faz nada sem o sinal verde que vem do trono da graça – o que dizer, aonde ir, quando curar, quando responder. Quando aonde ir, certa vez os discípulos foram “impedidos pelo Espírito Santo de pregar na província da Ásia (At 16.6). O Espírito Santo estava fazendo o que o Pai havia ordenado. Por alguma razão, foi vontade do Pai que eles não fossem para lá (pelo menos naquele momento). O Espírito Santo não retrucou: “Eu quero ir para a Ásia”. Isso era impensável. Os discípulos podem ter tido pensamentos como esse, mas não o Espírito Santo. As pessoas da Triunidade são absoluta e eternamente unidas. Lucas continua: “Quando chegarem à fronteira da Mísia, tentaram entrar na Bitínia, mas o Espírito de Jesus os impediu” (v.7). Deus, o Pai, orquestrou do Céu tudo que o Espírito Santo diria ou faria aqui no planeta Terra. Esse é o significado de João 16:13. Jesus nunca disse que o Espírito Santo não falaria De Si mesmo. Na verdade, Ele fala.

Primeiro: já que todo o Novo Testamento é inspirado tanto quanto o Antigo Testamento, e nós sabemos que este último foi escrito pelo Espirito Santo ; logo, ele também escreveu o Novo Testamento. Se o Espírito Santo não falasse de Si mesmo, nós teríamos pouca ou nenhuma referência ao Espírito no Novo testamento, onde ele é repetidamente revelado! Segundo: considere o quanto o Espírito Santo é mencionado no Livro de Atos, começando com que ocorreu no Dia de Pentecostes, em Atos 2. Depois, quando o apostolo Pedro respondeu ao Sinédrio, ele disse: “Nós somos testemunhas destas coisas, bem como o Espírito Santo” (At 5.32). O apóstolo estava indubitavelmente cheio do Espírito Santo quando disse isso, e ele menciona o Espírito Santo especificamente.

Dita essas coisas, nosso enfoque preeminente e último deve ser sempre nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. O centro do Evangelho é: porque Deus enviou Seu filho, porque ele morreu, e porque Ele ressuscitou. Jamais perca de vista o foco maior -Jesus Cristo. Que as pessoas perdidas vão para o inferno; que os que são salvos – aqueles cuja única esperança do Céu é somente o sangue derramado de Jesus – vão para o Céu. Isso há de ser sempre o principal. Mas que ninguém se iniba quando se trata de mencionar o Espírito Santo.

Finalmente não esqueça o ponto essencial que Jesus está comunicando acerca do Espírito Santo: Jesus e o Espírito Santo tem em comum que eles não fazem nem dizem coisa alguma sem direção que vem do Pai. Essa era a maneira como Jesus ministrava neste planeta e como o Espírito opera hoje.

 

Para ampliar seu estudo e crescimento: Êxodo 13.19; João 3.8; Atos 8.26-39 e 13. 2-4

 

(Texto Extraído do Livro “40 Dias com o Espírito Santo – Andando Diariamente com o Espírito Santo- Uma jornada para experimentar Sua presença de uma maneira fresca e nova” – R. T. KEDALL)

 

share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *